Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2014

2015, aqui vou eu!

2014 não foi um bom ano. Disse-o a mim mesma, assim que os meses foram passando. Disse-o vezes sem conta. Ainda assim sou uma privilegiada! 2014 não foi um bom ano, mas a soma dos bons momentos é enorme! Amanhã, não terei esquecido o que me entristeceu, o que me abalou, ou o que desmoronou em mim. Amanhã, vou lembrar-me bem de tudo, ainda que seja passado e pertença ao ano velho. Os maus momentos, tornaram os melhores, mais doces e imponentes. Vou deixar para trás as energias negativas. Vou prender-me a tudo de bom, que ainda assim foi tanto. 2014 não foi um bom ano! Se calhar foi, se me fez crescer! Se calhar foi, se serviu para me mostrar novos caminhos. 2014 foi um ano de provações, mas hoje sinto-me mais forte e capaz de abraçar 2015 com esperança e muita determinação. Que venha 2015. Estou preparada para o receber!

publicado por susana às 18:42
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2014

Prova superada

20141227_180759.jpg


Ontem, com a Prova de S. Silvestre, no Porto, fechei o ciclo de 2014. Pelo menos no que toca a provas, que ainda espero suar mais um bocado, antes do ano partir, afinal ainda hoje é dia 29. As provas, qualquer uma, deixam-me sempre nervosa, trail ou estrada tanto faz.  Opto sempre por chegar ao lugar de partida, com a antecedência necessária, para relaxar, beber o meu café  descansada  e claro ir à casa de banho. Ontem desesperei no trânsito. Optamos  por levar o carro para o Porto, afinal tinhamos à nossa espera, um estacionamento garantido, mas o trânsito estava descumunal.  Desesperei  confesso. Por sorte os cafés abundam na cidade e lá parei no primeiro que encontrei. Corri bem, mesmo antes da prova começar. Tão irritada que eu estava.  Ainda no ano passado, tinha corrido tão bem. O comboio levou-nos a horas  para o local da partida e este ano, foi o que foi. Ainda assim, esperei uns três ou quatro minutos, depois de me colocar em posição. A volta teve um percurso diferente, e do princípio ao fim, sempre a fugir dos encontrões. Dei o meu máximo, acho eu. Em dois ou três momentos bem precisava de ter à mão um guindaste que me puxasse. Objetivo cumprido, fiquei abaixo dos 60 minutos. Sabia que não era impossível, mas em prova, como num treino, os imprevistos acontecem. Não aconteceu nada de anormal e 56 minutos e alguns segundos, foram o troféu da noite passada. Satisfeita comigo. Ganhei e estou feliz por isso.  Ninguém me viu lá, mas o pódio ontem foi meu!
publicado por susana às 08:31
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Dezembro de 2014

A minha segunda vez

20141227_180759.jpg


Quando corri pela primeira vez a S. Silvestre do Porto, o ano passado, não tive noção do que estava a acontecer, nem do impacto que iria ter depois. Entre o começar a correr, a inscrição e a prova propriamente dita, pouco reflecti e agi como que por impulso, acho eu. Nem sei se me lembro bem. Da partida, lembro o nervosismo e a emoção brutal que senti. Da chegada, lembro o cansaço e a satisfação. Daquela  tarde ficou a vontade de querer continuar e repetir. Ainda eu não sabia que a minha grande paixão estaria ainda por se revelar, o trail! Hoje percorre-me o corpo, a vontade de fazer tudo acontecer outra vez. Amanhã não será uma estreia, mas volta a ser um marco na minha vida. Passou um ano, que se revelou intenso. A corrida, o convívio, as cãibras, os sacrificios, as gargalhadas, as dores, a frustração, o entusiasmo e a superação,  ditaram tantos dos meus dias. Fortaleci a minha alma. O corpo apenas carregou a vontade de querer continuar. 
publicado por susana às 18:30
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2014

Unhas sempre arranjadinhas

20141226_121235.jpg


Não sou do tipo de sair sempre de casa com base ou pinturas. Não faço disso um drama, porque também nunca foi um hábito. Às vezes uso, outras vezes nem me lembro. Outras vezes quando me lembro, não me apetece.  Quando era pequena, não existiam pinturas em casa da minha mãe. Nada, sem sombras, lápis, vernizes e muito menos base. Acho que durante anos existiu um batom na gaveta do móvel da casa de banho. Se calhar ainda anda por lá. Não  cresci no meio de estojos de maquilhagem e ainda hoje é assim. Gosto do efeito final, quando me pinto. Primo pela descrição e as cores repentem-se. Não sou de arriscar e de ousar.  Ainda assim, a minha filha, já se habituou ao pouco que uso e pinta-se, quando deixo, tipo, se pudesse, pintava-se todos os dias. De manhã, ainda ensonada, é capaz de deixar ramelas nos olhos mas a sombra rosa disfarça-as. Gosta dos vernizes, das cores vivas e brilhantes. As unhas são as únicas que não descuro e depois de ter descoberto o gel, ainda não fui capaz de o deixar. Para mim, o melhor mesmo! Sem mais dramas, porque pior do que pintar, deixar que secassem bem, era o diabo. E os retoques e o ter que pintar segunda      vez.... O gel deixa-as sempre impecáveis. E o tempo que já não se perde. Isso não  tem preço.
publicado por susana às 12:48
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2014

Eu não vos disse?

IMG_23226562412446.jpeg

IMG_23204551297228.jpeg


Ainda a propósito do último post. Só no domingo foram duas!
publicado por susana às 08:14
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

2014 foi o ano da banana

Depois de ler um artigo sobre os grandes benefícios da banana, apercebi-me que este foi um fruto, sempre presente ao longo deste ano.  Claro que lhe conheço os otimas propriedades, não foi o artigo que me despertou para tal, fez-me apenas perceber que foi de fato um fruto aliado. Andei  com bananas para todo o lado e quando não me contentei com uma, dias houve em que duas foram a conta certa.  Apesar de sempre gostar deste fruto e de o ter sempre em casa, porque os meus filhos e mesmo o meu marido, sempre comeram bananas com regularidade, eu sempre fugi delas, pensava no meu peso e optava por uma maçã e o fato de sofrer de obstipação regular, também nunca ajudou. Muitos pensarão que foram opções erradas, mas quem luta diariamente  com o peso e a balança, nem sempre o faz da forma mais racional. Também sei disso. Não vale a pena bater no ceguinho. E provavelmente comi em 2014 mais bananas, do que em toda a minha vida. É capaz de ser um exagero esta comparação, ou não, mas de fato foi a minha amiga e aliada ao longo de muitos percursos, de muitos momentos.  E que 2015 continue a ser o ano da banana. A ser assim, será sempre um bom sinal.
publicado por susana às 08:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Nostalgia

20141221_172235.jpg


Hoje deu-me para isto!  Rever fotos com 14 anos dá nisto!  É tão bom recordar!
publicado por susana às 17:27
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Constatações

Não gosto de atrasos e tolero pouco quem faz disso um hábito. Aliás, é coisa que me irrita solenemente.
publicado por susana às 13:01
link do post | comentar | favorito
|

É Natal, é Natal!

Natal rima com rifas!  Ninguém escapa a uma bela duma rifa, por esta altura do ano. São as criancinhas que trazem da escola blocos inteiros, para vender à familia e aos amigos. No restaurante, no café de todos os dias. São os monos que se querem despachar e faz-se mais um cabaz. E porquê? Porque é Natal e Natal sem rifas, é como um Natal sem bacalhau, broa de canela ou bolinhos de bolina.  Depois é um ai jesus, porque a cada esquina é mais do mesmo e é quase uma troca por troca.  Cabazes aos magotes em todo o lado. É Natal! A ver se este ano canta o número da sorte!  Saia se faz favor, para esta mesa, um 24 ou 42! Já não se perdia tudo.
publicado por susana às 02:52
link do post | comentar | favorito
|

Rir é bom! Camarada, é bom!

Ontem, de tanto me rir, fui às lagrimas. Primeiro fiquei incrédula a olhar para o computador, transfigurado que estava, literalmente  do avesso. Depois, de forma contagiante, eramos muitas a rir. Umas sabiam da brincadeira, outras não e eu ali, parva, só me ria. Mais parecia um momento retirado de um episódio dos "apanhados". Rimos tanto, mas tanto. Riram-se de mim à fartasana, porque caí que nem  pata.  E depois de tudo, percebi que o melhor mesmo, foi não ter perdido ainda, a capacidade de me rir de mim própria. Riram-se às  minhas custas, mas rimos juntas.  A vida é levada demasiadamente a sério. Quando deixarmos de ter a capacidade de nos rirmos de nós próprios, o aborrecimento e o tédio, encarregam-se de nos colocar numa armadura cinzenta, sem graça.  Rir é bom, chorar a rir, é fantástico. Saber rir de nós, com os amigos ao lado, mesmo que tenham sido eles os responsáveis pelo momento caricato, é sinal que ainda não nos tornamos, numa pessoa  demasiado séria e encafuada.   Que graça tem gente mal disposta e sisuda? 
publicado por susana às 02:38
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. É possivel

. Pequenos almoços saboroso...

. Palavras da minha infânci...

. Com o pensamento nas féri...

. O nascimento da M

. Devias de ter vergonha!

. Dos profissionais que faz...

. Tanto quilómetro em 2015

. Pedras no caminho

. São Silvestre 2015

.arquivos

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds