Sexta-feira, 27 de Julho de 2012

Bodas de seda

Quase, quase! E estamos os dois tão felizes por isso!

publicado por susana às 13:54
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Setembro de 2011

Mudei-a de sítio

 

Quando me beijas-te. Arranquei-a do peito depois daquele abraço tão forte. Fecho os olhos e sinto-a. Vou rega-la todos os dias.

Dar-lhe-ei sol e água para se manter vigorosa e brilhante.

Hei-de leva-la sempre comigo. Até ao teu regresso.

Ficam as tuas palavras. Fica o teu cheio.

Fico à tua espera. Plantei uma tulipa no meu peito a que chamei saudade.

tags:
publicado por susana às 07:00
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011

AMAR É

Levá-la ao Estádio do Dragão a uma festa de aniversário.

Grande leão, é assim mesmo!

tags:
publicado por susana às 23:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011

Um passo em frente

Dizes que nunca tinhas amado assim, dessa maneira. Que qualquer palavra que pudesse ajudar-te a exprimir, seria pequena para tanto que te cabe no peito. Esse amor irracional que dá ainda mais sentido aos dias e mata as noites vazias. Desses afagos e beijos que alimentam a alma. Da paixão incontrolável. Do querer, a toda a hora. Esse amor que ultrapassa qualquer barreira, inexplicável e forte. Já tinhas amado antes, mas nunca tinha sido assim. Hoje dizes que te sentes completa e que o amor é a única fonte de desejo. Amas-te assim, foste correspondida, mas terão sido momentos fugazes? De precipitação? Um passo em frente, nem sempre significa pisar terra firme. Ás vezes é tão somente o que nos separa do abismo!
publicado por susana às 18:55
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Março de 2011

Nesta data querida

Diz que deve ser uma crise da meia idade. Que afinal fazer 40 anos, até dá que pensar. E eu acho que dá mesmo que pensar. Que têm sido anos intensos, com todas as dificuldades e alegrias que a vida te tem dado. Mas o extraordinário mesmo, é a forma como a encaras. É a forma como a vives, mesmo com todas as vicissitudes que batem à porta. Orgulho-me tanto de ti, os teus filhos veneram-te. És realmente um homem extraordinário. E és meu.

Afinal eu, é que sou uma mulher de sorte!

Hoje cantam as nossas almas. Parabéns meu amor.

publicado por susana às 08:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Março de 2011

Ver-te dormir

Ver-te dormir, é saber-te aqui. É ter-te perto, ao meu lado, na nossa cama.

Sentir a tua respiração e perceber que estás mergulhado num sono profundo, reconfortante.

Ver-te dormir é encurtar a distancia, que dias a fio nos separam.

É repor a tranquilidade no meu coração.

É afugentar o medo das noites longas e vazias. 

Um suspiro profundo que sai de dentro de mim como um grito libertador, quando te vejo dormir.

Uma áurea de paz que nos envolve. 

É sentirmo-nos um só, quando nos aniinhamos em nós, nos corpos que reconhecem todos os traços desnudados da nossa pele.

É sentir um amor transpirado de ti. 

 

tags:
publicado por susana às 21:48
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

Lembras-te?

Da distancia que nos separava

dos fins de semana pequenos

Das horas que passavam a correr

Das lágrimas de despedida ao portão

 

Lembras-te?

 

A sexta feira trazia-te até mim

E era o Domingo que eu odiava

Perdíamos-nos em abraços apertados

Afogavamos o amor em beijos apaixonados

 

Lembras-te?

 

Palavras doces e juras de amor

Um mar imenso como confidente

As estrelas trilharam a nossa união

Deus abençoou o nosso amor

 

Lembras-te?

tags:
publicado por susana às 08:45
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

Amar é

Para sempre juntos.

Ele diz que vai tomar conta de mim quando for velhinha.

Que vamos passear juntos, de mão dada e caminhar na praia ao fim do dia.

Que nada abala o nosso mundo.

tags:
publicado por susana às 23:39
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Novembro de 2010

Saber esperar

"Se te contentas com os frutos ainda verdes,
toma-os, leva-os, quantos quiseres.
Se o que desejas, no entanto, são os mais saborosos,
maduros, bonitos e suculentos,
deverás ter paciência.
Senta-te sem ansiedades.
Acalma-te, ama, perdoa, renuncia, medita e guarda silêncio.
Aguarda.
Os frutos vão amadurecer."

 

Professor Hermógenes

publicado por susana às 13:03
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010

Mais vale vergar do que partir

A consciência e os valores de cada um devem estar acima de qualquer coisa.

Obviamente e porque vivemos em sociedade devemos aprender a ceder e a aceitar aquilo que menos gostamos nos outros, porque afinal, isso podem apenas ser diferenças e não implicam ou não têm que implicar divergências. 

Não toleramos, somos demasiado exigentes e muitas vezes não admitimos o erro e não perdoamos.

Facilmente ficamos desacreditados e esquecemos as vivências e o tempo passado.

Esquecemo-nos, que o passo dado, muitas vezes é por nós permitido e se numa outra altura, até teríamos sido condescendentes, noutra conjuntura geramos agressividade e azedamos relações.

Se fossemos mais complacentes e soubéssemos escutar verdadeiramente, muitos desentendimentos seriam evitados. 

Na possibilidade de não serem acautelados podem sempre ser transpostos e vencidos. 

Estou em crer que se vergássemos mais vezes e trajássemos sabedoria, facilmente percebíamos que mais vale vergar do que partir. 

Se algum dia foi verdadeira, a amizade nunca morre e sabe lidar com as vicissitudes da vida e não são palavras, que abalam a estima e o bem-querer. 

Digo-vos amigas, mais vale vergar do que partir e o entendimento é sempre possível, basta querer.

 

publicado por susana às 19:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Bodas de seda

. Mudei-a de sítio

. AMAR É

. Um passo em frente

. Nesta data querida

. Ver-te dormir

. Lembras-te?

. Amar é

. Saber esperar

. Mais vale vergar do que p...

.arquivos

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds