Sábado, 25 de Junho de 2011

Mais um degrau

O cansaço é enorme. Ajudou ter dormitado um bocadinho depois do almoço tardio, mas a moleza ainda é grande.

Hoje acordamos cedo, mais do mesmo, que ontem foi igual. A festa da mais nova assim o exigiu e a preocupação para que nada falhasse, arrancou-me ainda mais cedo da cama.

A azafama do penteado não pela dificuldade mas pela morosidade e pelos queixumes a cada penteadela devorou o tempo que não parou um minuto sequer. É verdade que os cabelos cumpridos exigem uma maior manutenção e no que toca a penteados feitos por amadoras como eu, o processo torna-se bem mais moroso e não raramente sai bem à primeira.

O facto de ser perfeccionista não abona a meu favor e recomeçar de novo é muitas vezes a solução. Ás vezes desejava não ser assim, que o facto de querer controlar e desejar que tudo saia bem e não me permitir errar ou falhar, deixa-me esgotada.

Correu tudo bem, uma manha feita de aplausos, de orgulho, alegria, emoções e muitas lágrimas. Se por um lado sou exigente, rigorosa e grave, também me derreto com uma facilidade ainda maior e não só com os meus filhos, que as outras crianças também me emocionam e bastante.

Vê-la dançar é algo que me emociona de uma forma inexplicável. Talvez pelo facto de ser algo que eu própria adoro e sentir que ela também sente um enorme prazer pelo mesmo. Vibra com a música, o corpo cede e os movimentos tornam-se graciosos.

Depois de uma breve actuação de Ballet, onde deu vida a uma linda borboleta, dançou a valsa.

Todos os finalistas se vestiram a rigor e se eles próprios não tiveram noção do impacto que provocaram na plateia, já os pais e todos que tiveram o privilegio de vivenciar aquele momento, não o irão certamente esquecer.

Por detrás de uma actuação tão doce, estiveram com certeza muitas horas de treino.

Este tipo de festa provoca muita tensão, que todos anseiam a perfeição. Todos os envolvidos estão de parabéns, que a festa foi mais uma vez lindíssima, apesar do enorme calor e dos nervos.

Um mês intenso, que agora tenho em casa dois finalistas, que se preparam para dar mais um passo e subir um enorme degrau.

A vida é mesmo assim, uma escadaria que não sabemos quando termina, feita de inúmeros patamares, de degraus que nem sempre têm a mesma altura. Ás vezes consegue-se subir a correr ou saltar os degraus aos pares. Outras vezes fazemo-lo com ajuda, a medo, ou mesmo com desconfiança. Recuar um degrau também pode ser importante para nos darmos conta da cadencia dos nossos passos. Sempre sem pensar em desistir, que o caminho faz-se caminhando.

Sempre a subir.

publicado por susana às 18:35
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Maio de 2011

Vamos perder a festa!

As aulas estão na recta final.

Os preparativos para a grande festa já começaram.

A azáfama é evidente, entre auxiliares, professores e pais. Todos têm colaborado e até as crianças têm ajudado.

A festa da escola já tinha dia marcado. E este ano ia ser diferente, bem diferente dos anos anteriores que na antiga escola, as festas de final de ano não deixaram saudades.

Este ano tenho sentido carinho e devoção em tudo o que têm feito e até eu estava tremendamente empolgada com a festa.

Estas iniciativas deixam marcas e não é todos os anos que se é finalista.

E mudaram o dia da festa e nesse dia não podemos de todo, estar presentes.

Nem sei qual dos dois ficou mas triste, se ele, se eu. 

 

publicado por susana às 22:14
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

Feliz Ano Novo

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos.

Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.
Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem connosco.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora.

Soltar. Desprender-se.
Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.

Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..
E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.

 

"Fernando Pessoa"

publicado por susana às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Julho de 2010

O carocha do amor

Quem quiser entrar!
Ponha o dedo no ar
Quem quiser sair vai-se divertir é no meu carocha
Pois não há melhor
Que o carocha do amor
Fiquem a saber
Toda a gente o quer toda a mulher gosta...

 

Dançaram e encantaram!

A actuação da salinha dela, foi um dos muitos momentos que prendeu todo o público.

  

Uma música que facilmente fica no ouvido, permitiu um grande intercambio entre o grupinho e a plateia, que aplaudiu e acompanhou no refrão.

  

Mais uma vez, surpreenderam, educadoras e auxiliares capricharam para tornar aquele dia memorável, e naquele sábado, voltei a chorar, emocionei-me bastante que não me consigo conter, em momentos tão emotivos como estes.

 

A minha princesa brilhou, encantou e como mexe aquela anca! Sai à mãe, só pode, que também adora

  

 

publicado por susana às 23:29
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 19 de Junho de 2010

A festa de final de ano

Ficou aquém das expectativas, pelo menos para mim, confesso.

A carga emotiva, característica deste tipo de festividade, não existiu, talvez porque ao todo de ano lectivo também tenha sido assim.

Um ano sem marcas e sem marcos.

E lamento profundamente que assim seja, que assim tenha sido, porque estes primeiros anos têm a capacidade de marcar por inteiro a vida de qualquer criança e deixar recordações sem precedentes.

Remontando ao fim da tarde de ontem, notou-se claramente o empenho, de alguns professores e alunos, mas faltou a verdadeira essência, a alma de um ano inteiro que se queria cheio de recordações e memórias , principalmente para os finalistas, que irão começar uma nova etapa.

Lembro-me que em anos anteriores, houve choradeira por parte da miudagem, já a antever uma enorme saudade e muita emoção por parte dos pais, ao contrário deste ano, simplesmente sem sal.  A motivação ou a falta dela, fazem toda a diferença na execução das nossas tarefas, no desempenho das nossas funções, na forma como encaramos a nossa vida e até na forma como cantamos, dançamos ou sorrimos.

A alegria e o querer fazer bem ou simplesmente fazer com o intuito de participar, é a clarividência da motivação que nos acompanha ou nos corrói, se não existir.

Desejo que no proximo ano, a festa dos finalistas seja de arromba e marcante, para todos, sem excepção, mas acredito que muito tem que ser feito, alterado, repensado.

Como? É outra questão.

 

 

publicado por susana às 22:20
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mais um degrau

. Vamos perder a festa!

. Feliz Ano Novo

. O carocha do amor

. A festa de final de ano

.arquivos

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds