Domingo, 30 de Dezembro de 2012

Revistas de bebés

Quando fui mãe de primeira viagem e mal soube da boa nova, devorei revistas sobre bebés. Adorava ler e aprendi muitas coisas, dissipei duvidas, outras tantas passaram a medos e outras deixaram mesmo de o ser. Há anos que não compro uma revista do género e quando tenho uma perto, francamente não lhe acho piada e não lhe pego. Como se achasse que só fosse encontrar artigos sobre grávidas, parto, ou amamentação, ou doenças dos primeiros meses, duvidas do sono do bebe. Perguntas de pais sem experiência, iguais a tantas que eu também fiz na altura. Como se o meu tempo como mãe de crianças pequenas tivesse passado. Ontem e sem perceber muito bem porquê comprei a revista Pais e Filhos de Janeiro e deliciei-me com os artigos. Afinal ainda posso ler estas revistas, ainda me identifico com grande parte dos mesmos. É que a adolescência é agora a minha praia e afinal ainda há espaço para mim nestas revistas, que durante tantos anos foram tão simplesmente as minhas revistas de eleição. Porque as dúvidas crescem com os filhos, não desaparecem para quem não sabe, ok? As sombras das dúvidas e dos medos estão sempre presentes na nossa vida. E a verdade é que continuamos sempre a ser mães e pais de primeira viagem. É que um adolescente também não trás livro de instruções. Os filhos crescem, nós amadurecemos como pais. Essa é a realidade mas continuamos a ter tantas perguntas sem resposta.
publicado por susana às 09:38
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

Bodas de seda

fotografia.JPG

A fotografia é antiga, o papel amachucado pelo tempo deixou ainda mais esbatidos os tons acizentados impressos nesta pequena relíquia. Os meus pais estão de parabéns pela data que se celebra, pela cumplicidades dos últimos 41 anos de união. Muitas conquistas, muitas tormentas, muitas alegrias, muitas despedidas, muitos sorrisos, muitas lagrimas, muitos dias cheios de saudades e noites longas de solidão. Muitos marcos importantes. Todos os momentos serviram para edificar o caminho que decidiram percorrer, sempre na mesma direcção. E foi o caminho pautado pela adversidade que gerou frutos tão doces. Não sei se há segredos ou fórmulas magicas, a haver, o respeito faz parte, com toda a certeza. É com emoção que vivo este dia a cada ano que passa. E este, não é excepção. Um beijo aos melhores pais e extraordinários avós.

publicado por susana às 03:16
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012

Casa cheia

Gosto quando a mãe nos visita e eles ainda mais! E disputam ao máximo a atenção. E enquanto terminava os trabalhos de casa, o avô deliciava-se, contemplando-a. E contam as peripécias da escola e empolam os discursos e as aventuras. A mais nova desdobra-se em cantorias, enquanto o mais velho tenta fuçar ao máximo as conversas dos adultos. Ás vezes esta disputa também cansa, que é preciso mediar a atenção entre os dois. E por vezes não é nada fácil!

publicado por susana às 22:30
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Agosto de 2011

Bom fim de semana

É só para avisar os mais esquecidos, que o fim de semana está aí a chegar. Eu sei que há aqueles que nem se lembram dos sábados e dos domingos, dos que não gostam de ficar por casa, que ter criançinhas dá muito trabalho, mas minha gente, nós por cá adoramos o fim de semana e estamos de partida para um cantinho bem pacato onde decerto nos aguarda muito calor.

Lá nos esperam muitos banhos de piscina e dois dias cheios de brincadeira.

Aqui vamos nós!!!!!!!!!!!!!

publicado por susana às 19:27
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Julho de 2011

O conflito - A mulher e a mãe

Finalmente chegou o livro que ganhei de presente por ter participado e ter sido uma das vencedoras .

Partilhei com a Revista Pais e Filhos (Brasil), O que eu descobri com a maternidade e agora tenho em mãos um livro que vou adorar com toda a certeza.

 

"De tanto ouvirem repetir que que uma mãe deve tudo ao filho, seu leite, seu tempo e sua energia, sob pena de depois pagar caro, é inevitável que cada vez mais mulheres recuem diante do obstáculo."

Assim este livro torna urgente o questionamento sobre o lugar da maternidade em nossos dias, mas, sobretudo, afirma a liberdade de cada mulher.

 

Márcia Tiburi

publicado por susana às 16:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Revistas de bebés

. Bodas de seda

. Casa cheia

. Bom fim de semana

. O conflito - A mulher e a...

.arquivos

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds