Sábado, 6 de Outubro de 2012

O que quero é um sol!

 

 

 

 

AH! QUEREM uma luz melhor que a do Sol!

Querem prados mais verdes do que estes!

Querem flores mais belas do que estas que vejo!

A mim este Sol, estes prados, estas flores contentam-me.

Mas, se acaso me descontentam,

O que quero é um sol mais sol que o Sol,

O que quero é prados mais prados que estes prados,

O que quero é flores mais estas flores que estas flores -

Tudo mais ideal do que é do mesmo modo e da mesma maneira!

 

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"

Heterónimo de Fernando Pessoa

 

publicado por susana às 21:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 1 de Julho de 2012

Mar

fotografia.JPG

Mar sem fundo, mar sem fim. Que segredos encerras, que saudades embalas? Que palavras guardas? Burburinhos de crianças que brincam ao luar. Sorrisos inocentes e palavras doces proferidas ao vento.
tags:
publicado por susana às 05:14
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 28 de Abril de 2012

Perfume da Rosa

 

Quem bebe, rosa, o perfume
Que de teu seio respira?
Um anjo, um silfo? ou que nume
Com esse aroma delira?

Qual é o deus que, namorado,
De seu trono te ajoelha,
E esse néctar encantado
Bebe oculto, humilde abelha?

- Ninguém? - Mentiste: essa frente
Em languidez inclinada,
Quem ta pôs assim pendente?
Dize, rosa namorada.

E a cor de púrpura viva
Como assim te desmaiou?
e essa palidez lasciva
Nas folhas quem ta pintou?

Os espinhos que tão duros
Tinhas na rama lustrosa,
Com que magos esconjuros
Tos desarmam, ó rosa?

E porquê, na hástea sentida
Tremes tanto ao pôr do sol?
Porque escutas tão rendida
O canto do rouxinol?

Almeida Garrett, in 'Folhas Caídas'

tags:
publicado por susana às 18:55
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

Palco da vida

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você. Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.
Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer “eu te amo”.
É ter humildade da receptividade. Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz…
E, quando você errar o caminho, recomece.
Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.
Jamais desista de si mesmo.
Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um obstáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.
“Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…”

Fernando Pessoa

tags:
publicado por susana às 21:25
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 21 de Abril de 2012

Gota de orvalho

 

 

"Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida
pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as
tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo".

Pablo Neruda

tags:
publicado por susana às 18:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Abril de 2012

Papoilas

 

 

 

 

 

Casitas brancas do Minho
Onde guardam os tesouros,
As fadas d´olhos azuis
E lindos cabelos loiros.

 

Filtros de beijos em flor,
Coração de namoradas,
Nas casas brancas do Minho
Guardam ciosas as fadas.

 

Florbela Espanca

tags:
publicado por susana às 21:12
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Abril de 2012

Porque somos apenas um

"É preciso permitir que alguém nos ajude, nos dê apoio, nos dê forças para continuar. Se aceitamos este amor com pureza e humildade,vamos entender que o Amor não é dar ou receber, é participar."

Paulo Coelho
tags:
publicado por susana às 22:02
link do post | comentar | favorito
|

Hoje decidi e orei

"A decisão é uma forma de rezar."

Paulo Coelho
tags:
publicado por susana às 22:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Março de 2012

EU

 

 

 

 

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada… a dolorida…

Sombra de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!…

Sou aquela que passa e ninguém vê…
Sou a que chamam triste sem o ser…
Sou a que chora sem saber porquê…

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

 

(Florbela Espanca) 

publicado por susana às 20:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Março de 2012

Dia mundial da poesia

Deixo que as palavras deambulem ao sabor do vento. Sedentas. Carentes. Ansiosas. Palavras soltas em ti e presas dentro de mim. Numa explosão de emoções deixo que se libertem e te digam o que um abraço não é capaz de sussurrar! Amo-te! Do nosso amor se faz poesia. Os nossos dias compõem páginas e páginas cheias de historias. Um enredo envolto em magia e sedução. Amo-te. Sempre te amei. Hoje mais do que ontem e amanha mais do que imaginei!
publicado por susana às 22:16
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O que quero é um sol!

. Mar

. Perfume da Rosa

. Palco da vida

. Gota de orvalho

. Papoilas

. Porque somos apenas um

. Hoje decidi e orei

. EU

. Dia mundial da poesia

.arquivos

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds