Domingo, 20 de Fevereiro de 2011

Salame de chocolate

Doce tentação. Em fatias. Para saborear devagar.

 

Vai precisar de 220g de açúcar, 180g de chocolate em pó, 250g de bolachas Maria, 75g de manteiga, 4 gema de ovos e uma colher de sopa de vinho do porto.

Misture o açúcar com o vinho do porto, manteiga, as gemas e o chocolate, amassando tudo muito bem até estar tudo bem ligado.
Parta as bolachas em pequenos pedaços e junte ao preparado anterior misturando até obter uma composição dura.
Estenda um quadrado grande de folha de alumínio e coloque a massa em cima.
Enrole em forma de tubo e embrulhe de modo a ficar bem apertado.
Meta no frigorifico até a massa endurecer bem.
Delicie-se.

 

publicado por susana às 20:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

Do dador que podes ser

É tão somente por isto que vos lembro que ser dador de medula não custa nada. Eu não sei se é um acto altruísta, chamem-lhe o que quiserem, mas acreditemos que é um simples acto que pode salvar uma vida. Não dói, não custa nada e pode transformar-se em algo muito poderoso.

Eu sou dadora de medula há já uns anos, nunca fui chamada e confesso que gostava de o ser, de poder ajudar alguém.

A única certeza que tenho é que quantos mais formos, maior é a probabilidade de meninos como o Duarte poderem ser salvos ou pelo menos terem uma oportunidade disso acontecer. Tão pesada esta palavra, ser salvo, como se pudesse estar na mão dos comum dos mortais salvar alguém. É que ás vezes está mesmo. E não custa nada e pode fazer toda a diferença.  

publicado por susana às 08:38
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011

Das coisas importantes

O que importa de verdade é quem te espera do outro lado desta travessia.

publicado por susana às 23:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Em frente

Mesmo que chova amanha, eu hei-de sair à rua. Mesmo que sinta o frio nas mãos, nos pés, no pescoço e no coração.

Mesmo que a chuva me molhe não tenho como ficar em casa ou fugir para longe.

Se não atravessar a rua não me molho, mas nunca saberei o que está do outro lado do passeio.

tags:
publicado por susana às 22:56
link do post | comentar | favorito

Tão somente isto

"Afinal, talvez devêssemos todos desistir de tentar retribuir às pessoas que sustentam as nossas vidas neste mundo. Afinal, talvez fosse mais sensato rendermo-nos diante do alcance miraculoso da generosidade humana e limitarmo-nos a dizer incessantemente obrigada, para sempre e sinceramente, enquanto tivermos voz."

 

Do livro Comer, Orar e Amar

tags:
publicado por susana às 08:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

Deus está nas coincidências

No mínimo estranho e arrepiante.

Querermos muito falar com alguém como se tivesse ouvido os nossos
pensamentos. E de repente acontece.

Coincidência, casualidade, ou simplesmente porque sim. Há sempre um momento,
o momento, mesmo que seja um breve momento, que se esfume num ápice. Tudo na
nossa vida terá o seu propósito.



Segue teu destino, rega tuas plantas,

Ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias.....

Vê de longe a vida. Nunca a interrogues. Ela nada pode dizer-te.

A resposta está além dos Deuses.

Fernando pessoa
publicado por susana às 13:30
link do post | favorito

Saudades do calor

publicado por susana às 08:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Do que me esqueço e é tão bom!

publicado por susana às 22:50
link do post | comentar | favorito

Coisas da gramática

E ontem dizia a mais nova:

- O meu nome tem quatro silvas!

Ca-ro-li-na

tags:
publicado por susana às 22:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Desgostos de amor

Ainda a propósito do dia dos namorados, o mais velho estava muito nostálgico e sempre que eu brincava com o tema,  ele muito apagadinho, não dizia de sua justiça o que lhe ia na alma e ficava calado.

Diz que está longe da namorada  e isso deixa-o triste.

Estas coisas dos cachopos que achamos que vão e vêm e que depressa esquecem e no dia a seguir falam-nos da nova namorada, não se está a reflectir lá em casa. A ver vamos no que isto dá. 

A mais nova trouxe um postalzinho muito giro, colorido mas diz que não tem namorado, até tinha, mas agora não quer saber de ninguém. 

Tão nova e já um desgosto de amor, será?

tags:
publicado por susana às 13:01
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Caminhos

. Insónias

. Saudades e pipocas

. Girassóis

. Sunset

. Exercitar a mente

. Contemplação

. Taxa de álcool no sangue!...

. Vou ou não?

. A velhice é do caraças

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds