Segunda-feira, 30 de Maio de 2011

Caminhadas

As noites estão mais apetecíveis e o gosto pelas caminhadas depois de jantar, é algo que temos em comum.

Ultimamente por este ou aquele motivo não tem sido possível e tenho-lhes sentido a falta.

No sábado porque acordei bem cedo, mais cedo ainda do que habitual, saí, sem que se apercebessem.

As chaves de casa, o telemóvel e uns trocos no bolso. Somente.

Ainda não eram sete horas da manhã e as ruas estavam desertas. Só os passarinhos tinham acordado e o sol, esse, já ia alto.

Passei a pé por onde passo todos os dias de carro, mas mais parecia estar a fazer um trajecto diferente, que a visão é outra.

Vêem-se os jardins das casas, as hortas, as sementeiras e as casotas dos cães ao fundo do quintal.

Os tanques cheios de água, as roupas nos estendais e a lenha religiosamente empilhada encostada às paredes das casas, por baixo dos telheiros.

Todo o cuidado é pouco que os passeios são escassos e os que existem são estreitos.

Caminhar pela berma da estrada obriga-nos a cuidados redobrados. Mas as ruas estavam ainda desertas e durante algum tempo não me cruzei com um único carro, nem viva alma para que pudesse trocar uma saudação matinal.

Que bem que soube aquela caminhada, que me deixou cansada, mas relaxada.

Durou cerca de uma hora e já no final do percurso, os carros começaram a passar e aos poucos o silencio foi-se perdendo.

Em casa, ainda todos dormiam e um banho quente devolveu-se o cansaço e deixou-me dormitar mais um pouco.

E que bem que soube.

E ás vezes é bom quando se viram as rotinas do avesso, quando se vê ao contrário e se trocam as voltas, as nossas próprias voltas.

publicado por susana às 21:30
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Caminhos

. Insónias

. Saudades e pipocas

. Girassóis

. Sunset

. Exercitar a mente

. Contemplação

. Taxa de álcool no sangue!...

. Vou ou não?

. A velhice é do caraças

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds