Domingo, 18 de Janeiro de 2015

O rescaldo

Hoje. A primeira prova deste ano. A meia maratona Manuela Machado, em Viana do Castelo. A terceira meia maratona do meu, ainda muito curto currículo. Que ele tem ainda muito para crescer, assim espero. Não foi fácil, e a experiência que vivi em Setembro passado, na segunda meia maratona, ensombrou os meus pensamentos. O nervosismo é sempre certo. Não há prova em que não o sinta. Vou à casa de banho vezes sem conta, só hoje, antes da prova, foram 4 vezes. Depois do tiro de partida, deixei de sentir o frio ainda no primeiro quilómetro. A chuva acabou por ser bem-vinda. A minha camisola de prova, põe-me a jeito. Ora sou perneta, ora sou camisola amarela, ás vezes outra coisa qualquer. Devo ter sido a única a levar mochila, mas já não me atrevo a andar sem a minha água com os meus sais. Desidrato com uma facilidade brutal e o que aconteceu no passado serviu-me de lição. Ainda assim os gémeos sofreram, a minha única queixa à medida que os quilômetros foram avançando. As dores e o receio de não conseguir chegar ao fim, obrigaram-me a caminhar várias vezes, mas foi a partir do quilómetro 17, que a coisa se complicou, acho eu. Nunca pensei em desistir, mas desejei que o tempo passasse depressa. Terminei feliz, facilmente me emociono e hoje voltou a não ser exceção. Consegui. Superei-me. Valeu-me o companheiro de prova, que se manteve perto. Umas vezes eu à frente, outras vezes ele. Foram as palavras de incentivo que alimentaram os nossos passos. A força que está dentro de nós guia-nos e o feedback positivo dá-nos acesso quase direto à meta.
publicado por susana às 21:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. É possivel

. Pequenos almoços saboroso...

. Palavras da minha infânci...

. Com o pensamento nas féri...

. O nascimento da M

. Devias de ter vergonha!

. Dos profissionais que faz...

. Tanto quilómetro em 2015

. Pedras no caminho

. São Silvestre 2015

.arquivos

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds