Quarta-feira, 20 de Abril de 2011

O folar da Páscoa

Reza a lenda que numa aldeia portuguesa, vivia uma jovem de seu nome Mariana que tinha como único desejo casar cedo.
Rezou com muita devoção a Santa Catarina, que o seu desejo se concretizou e logo lhe surgiram dois pretendentes jovens e lindos: um fidalgo rico e um lavrador pobre. Mariana pediu novamente ajuda a Santa Catarina para que fizesse a escolha acertada.
Enquanto a jovem rezava, Amaro, o pretendente pobre, pediu-lhe uma resposta e deu-lhe como limite o Domingo de Ramos.
Nesse mesmo dia, também lhe apareceu o fidalgo que lhe pediu que tomasse uma decisão. Mariana não sabia o que fazer e no Domingo de Ramos algo de horrível aconteceu. O fidalgo e o lavrador encontraram-se a caminho da casa da jovem e travaram uma luta de morte. Mariana correu até junto deles e mais uma vez rezou com todo o fervor a Santa Catarina, pedindo-lhe ajuda e nesse momento da sua boca ecoou o nome de Amaro, o lavrador pobre.
Na véspera do Domingo de Páscoa, Mariana andava atormentada, com a possibilidade do fidalgo aparecer no dia do seu casamento com Amaro, para o matar.
Mariana rezou mais uma vez a Santa Catarina e a imagem da Santa sorriu-lhe. No dia seguinte, em agradecimento, Mariana foi pôr flores no altar da Santa e chegada a casa foi com admiração que constatou que flores iguais às que oferecera à Santa, estavam em cima da mesa, juntamente com um grande bolo com ovos inteiros. Também Amaro tinha recebido um bolo semelhante. Pensando ter sido ideia do fidalgo, dirigiram-se a sua casa para lhe agradecer, mas este também tinha recebido o mesmo tipo de bolo.
Mariana acreditou ter sido obra de Santa Catarina.
O folar tornou-se numa tradição que celebra a amizade e a reconciliação.
Durante as festividades cristãs da Páscoa, o afilhado costumam levar, no Domingo de Ramos, um ramo de violetas à madrinha de baptismo e esta, no Domingo de Páscoa, oferece-lhe em retribuição um folar.
(Pesquisado na Diciopédia 2005)
 
 
250ml de leite morno
2 colheres de fermento
1 ovo
110gr açucar
570gr farinha
erva doce e canela qb
100 gr manteiga
Colocar por esta ordem, todos os ingrediente numa bacia. Amassar bem. Deixar levedar um pouco. Vai a cozer a forno quente cerca de 40 minutos.
publicado por susana às 21:51
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O folar da Páscoa

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds